FULL COMMERCE & SERVICE

NÓS SABEMOS COMO FAZER

O que é um Full Commerce? O que ele pode fazer?

Full commerce é o serviço de planejamento e terceirização no operação de um e-commerce. Funciona, basicamente, como um representante invisível dos negócios do e-commerce. Esse representante faz todo o serviço de varejo digital, apresentando- se como a própria marca. O dono da marca vende seus produtos para a agência de full commerce que, por sua vez, gerencia todo o processo de venda online deles. O full commerce cuida de todo o seu e-commerce de maneira profissional e especializada. Ao contratar o serviço, o foco em resultados está em primeiro plano. Ou seja, toda a parte ligada ao e-commerce fica por conta dos especialistas do full commerce. Esses especialistas estudam o comportamento do consumidor, além de tomar conta do planejamento e da implantação, logística, marketing, financeiro, etc., justamente para você faturar mais.

Há várias formas de fazer contratos entre a marca e o serviço de full commerce. A mais comum é estabelecer uma remuneração variante de acordo com os resultados das vendas. Até então, existem várias maneiras de contratação e isso é negociável quanto ao serviço. No geral, o cliente (dono da marca) e a empresa (serviço de full commerce) fixam um plano de negócios. O objetivo final é aumentar os lucros do cliente, fortalecer a marca e profissionalizar a informação. O que o Full Commerce pode fazer?

Qual a parte da gestão do negócio pode ser terceirizada? Quais partes dentro da empresa o full commerce poderá ser responsabilizado?



Como o Full Commerce funciona?

Há várias formas de fazer contratos entre a marca e o serviço de full commerce. A mais comum é estabelecer uma remuneração variante de acordo com os resultados das vendas. Até então, existem várias maneiras de contratação e isso é negociável quanto ao serviço.



No geral, o cliente (dono da marca) e a empresa (serviço de full commerce) fixam um plano de negócios. O objetivo final é aumentar os lucros do cliente, fortalecer a marca e profissionalizar a informação.



O que o Full Commerce pode fazer?

Qual a parte da gestão do negócio pode ser terceirizada? Quais partes dentro da empresa o full commerce poderá ser responsabilizado?

  • Planejamento
  • Implantação da loja
  • Operação
  • Estocamento de mercadorias
  • Meios de pagamento
  • Logística
  • Marketing
  • Atendimento ao cliente

O que necessariamente o Full Commerce precisa?

O modelo mais conhecido é o SaaS (Software como serviço). Essa plataforma não exige a instalação de hardwares e softwares, assim como não necessita também mantê-los e atualizá-los. É necessário somente o acesso à internet. É muito rápido e prático. Além disso, suas vantagens são:

  • Custos baixos
  • Agilidade
  • Flexibilidade de customização
  • Facilidade de upgrade

Back Office

Também chamado de “retaguarda”, o back office gerencia a parte dos serviços de uma empresa não ligados diretamente ao cliente. É importante para o e-commerce ganhar escala e efetividade na operação. O back office lida com as seguintes partes:

  • Gestão de produto
  • Gestão de pedido
  • Intermediação entre áreas na empresa
  • Organização de vendas, operações etc

Operação

A operação consiste em efetuar a organização tecnológica, integrações e aplicação do conteúdo. Nesta etapa o cliente e o operador full commerce decidem suas funções e aonde cada um consegue agir. A fase de operação passa pelas seguintes etapas:

  • Planejamento
  • Integrações
  • Cadastro do produto
  • Layout;
  • Pós-venda;
  • Comunicação interna
  • Conteúdo
  • Meios de pagamento e verificação de segurança
  • Certificação
  • Conteúdo
  • Rotinas e processos

Pós-venda

O pós-venda é extremamente importante para a integridade da satisfação do consumidor e da análise desta. É realizado, também pelo back office e gerencia:

  • Dúvidas relacionadas a compra (onde está o pedido, pagamento efetivado etc)
  • Utilização da loja (quem faz parte da equipe, retirada na loja etc)
  • Dúvidas relacionadas ao produto (estoque, descrição, avaliações etc)
  • Chat, e-mail e telefone
  • Pesquisas de satisfação do consumidor
  • Resgate de carrinhos abandonados

Logística

A parte de logística também é acomodada pelo full commerce. Diz respeito a como o produto será armazenado e entregado até o cliente, por exemplo. É importante para:

  • Recepção e armazenagem dos produtos
  • Estocagem e despacho
  • Seguros
  • Contato com transportadoras
  • Logística reversa (troca ou devolução do produto)
  • Resgate de carrinhos abandonados

Financeiro

Não basta vender, a análise das vendas e seus resultados é muito relevante. A parte do financeiro no full commerce é responsável por:

  • Nota fiscal
  • Controle do fluxo de caixa
  • Valores de venda
  • Valores de frete
  • Taxas envolvidas
  • Impostos

Marketing

O marketing dentro do full commerce lida com toda a parte de estratégia e promoção. Ele gerencia as áreas de:

  • Social Media
  • Remarketing
  • Market Place
  • ROI (retorno sobre investimento);
  • Criação de promoções
  • Relatórios

O que uma marca ganha com isso?

Após analisar todos os pontos do full commerce, é necessário considerar se é adequado ao seu modelo de negócio. Levando em conta que o full commerce pode ser aplicado em qualquer escola de comércio online, podemos colocar em tópicos suas vantagens objetivas:

  • ● Análises de um especialista
  • ● Rentabilidade
  • ● Facilidade no desenvolvimento de um e-commerce novo;
  • ● Gestão compartilhada
  • ● Eficiência tecnológica
  • ● Maior competitividade no mercado
  • Remarketing
  • Market Place
  • ROI (retorno sobre investimento);
  • Criação de promoções
  • Relatórios

Como o full commerce pode ser uma estratégia para minha empresa?

O modelo do full commerce ainda está crescendo no Brasil e já é uma tendência para as empresas. Ele dá a oportunidade ao varejista de cuidar de outras funções do negócio, pois não tem que gerir seu e-commerce sozinho.

Levando em conta que o mercado está cada vez mais acirrado na concorrência, é preciso manejar com cautela todos os pontos dentro do negócio. Deixando a parte do varejo digital nas mãos de especialistas, é possível focar a atenção em outros pontos importantes também.

Um caso: E-Crown Group

A E-Crown Group é uma empresa de full commerce e full service. Ela faz o serviço de e-commerce no Brasil de fornecedoras como NVIDIA, LaCie, Wacom, Logitech e várias outras, destacando produtos de linha profissional. É uma empresa focada em tecnologia e em e-commerce B2B e B2C. Seus sites são exclusivos para cada fabricante. Vale dar uma conferida!